Ponte do Petrópolis recebe vigas de concreto

A nova ponte sobre o ribeirão Pinhalzinho, entre o Jardim Petrópolis e o Parque San Remo, ligando duas regiões de grande concentração residencial, recebeu as vigas de concreto na manhã da sexta-feira, 1º. O material veio de Santa Helena, trasportado em duas carretas, e já foi descarregado com o apoio de um guindaste sobre as alas de concreto, concluídas durante a semana. As vigas foram conseguidas pelo município junto ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem), com o apoio do deputado estadual Fernando Scanavaca.



No mesmo dia a empresa contratada para a obra iniciou amarração das ferragens e na próxima semana pretende concretar a base das vigas e também o piso que vai receber o pavimento. “Depois de receber o concreto, as vigas se tornaram praticamente um bloco único, consistente com o projeto e de longa durabilidade, mesmo recebendo tráfego pesado”, explicou o secretário municipal de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, Isamu Oshima. A vereadora Ana Novais acompanhou a chegada das vigas e o início da colocação. “Esta obra resolve um problema da comunidade que levamos para o prefeito Celso Pozzobom”, afirmou.


A ligação da rua Pedro Álvares Cabral com a Lázaro Bom, no Petrópolis, foi bloqueada para o início das obras em 17 de agosto. A previsão de conclusão é de 120 dias, a partir desta data. A nova ponte terá oito metros de faixas para o trânsito de veículos e passagem segura para ciclistas e pedestres – por meio de dois passeios protegidos de 2,25m em cada lado da estrutura. Serão 12,50m de comprimento. O vão para passagem das águas pluviais terá 4,60m de altura por 12,50m de largura na ala central. A obra foi orçada em cerca de R$ 450 mil, com recursos próprios.


A obra visa resolver de vez os problemas na ligação entre os dois bairros. “Quando a Prefeitura contratou a recuperação das galerias do Poliesportivo o projeto não levou em conta a vazão da antiga ponte, insuficiente para o volume de água nos dias de chuva forte. Por isso, os aterros começaram a desmoronar e a passagem foi interditada. A nova ponte traz uma solução definitiva e nos próximos anos, talvez décadas, não teremos mais esse problema no local”, acrescentou o prefeito Celso Pozzobom.


Fonte: http://www.radioinconfidenciaam.com.br/noticias/umuarama/04-09-2017/ponte-do-petropolis-recebe-vigas-de-concreto